Home / Brasil / Ao lado da filha, polícia de folga mata ladrão e evita assalto

Ao lado da filha, polícia de folga mata ladrão e evita assalto

Uma polícia militar, acompanhada da filha e em dia de folga, evitou um assalto, no sábado, junto a uma escola de São Paulo, no Brasil. A agente disparou e o assaltante morreu.

Katia da Silva Sastre, de 42 anos, estava de folga quando disparou três tiros contra um ladrão. O homem, de 21 anos, que apontou uma arma a uma pessoa para a assaltar, caiu e foi desarmado pela mulher polícia. De acordo com o jornal “A Folha de S. Paulo”, Elivelton Neves Moreira foi encaminhado para o hospital, mas não sobreviveu aos ferimentos.

O incidente ocorreu perto das 8 horas da manhã, quando várias crianças, acompanhadas pelas mães, se preparavam para entrar na escola Ferreira Master, para as celebrações do Dia da Mãe.

Ainda antes dos portões abrirem, Elivelton, munido com uma arma, abordou os presentes para os assaltar. Enquanto o homem revistava um funcionário da escola, a agente da polícia sacou da sua arma e disparou sobre ele, atingindo-o no peito e na perna.

“Eu não sabia se a reação dele seria disparar contra as crianças, as mães ou o funcionário da escola. A única coisa em que pensei foi em salvar aquelas mães, as crianças, a minha vida e da minha filha”, disse a polícia, ao “Globo”.

André Alves, da polícia militar e marido de Katia, explicou ao jornal “A Folha de S.Paulo” que o assaltante ainda conseguiu disparar uma vez. “O primeiro tiro fez ricochete e perdeu-se. Na segunda tentativa, a arma travou. Ainda bem que ela foi mais rápida do que ele. Nestas situações, quando os assaltantes sabem que estão perante um polícia, disparam para matar”, salientou.

O tenente explicou ainda que a mulher, mãe de duas filhas de sete e dois anos, está há 20 anos na polícia e que apesar do susto “está tranquila” e “sabe que agiu de forma correta”.

A mulher foi homenageada no domingo.

pub