Home / Mundo / Rapaz ameaçado depois de ter morto uma suricata

Rapaz ameaçado depois de ter morto uma suricata

O animal era uma das estrelas de um zoo na Hungria e o incidente ganhou grandes proporções no país.

Um jovem, de 12 anos, está a ser alvo de comentários abusivos e ameaças de morte nas redes sociais depois de ter morto uma suricata no zoo de Kecskemet, no centro da Hungria, na passada segunda-feira, adianta a BBC.

O rapaz estava numa visita escolar ao zoo. Ignorou os sinais de avisos de que as suricatas mordem e aproximou-se da vedação para se aproximar mais destes animais. Acabou por ser mordido e ao tentar soltar-se do animal, abanou-o com tanta força que a suricata foi atirada ao chão e partiu as costas. Morreu depois.

A suricata, Zara, era uma das atrações do zoo e encontrava-se grávida, o que gerou ainda mais revolta.

Depois da suricata ter morrido, o diretor do zoo, Tamás Tokovics, escreveu uma publicação emocionada. O responsável chegou a tomar conta da suricata, enquanto o recinto destes animais era construído.

Tamás Tokovics queixou-se que “a juventude de hoje em dia não respeita a natureza”. Culpou os professores por “não controlarem os alunos” e os pais por não lhes ensinarem “respeito”.

Seguiram-se as ameaças ao jovem. Numa delas, um utilizador das redes sociais afirmou que ele “deveria ser atirado ao chão com tanta força que já não se voltava a levantar”.

pub