Home / Portugal / Sabe o que os espanhóis odeiam em Lisboa?

Sabe o que os espanhóis odeiam em Lisboa?

Não são os portugueses, nem os turistas, nem a calçada portuguesa. O que nuestros hermanos não gostam na capital é uma pequenina erva…

É pouco provável entrar num típica casa portuguesa, num café com petiscos e refeições, num restaurante, numa tasca, numa taberna, o que for, e não encontrarmos coentros. Provavelmente nem se pensa muito nisso, porque é tido como adquirido na cozinha nacional que eles existem e são para ser usados.

Acontece que, segundo uma secção do El País chamada “Tu Lisboa y la mía” (a tua Lisboa e a minha), dedicada à capital e aos portugueses em geral, nuestros hermanos não gostam de coentros.

Pois é, o país com quem Portugal partilha a Península Ibérica não aprecia coentros. Diz o mesmo artigo que os espanhóis mal conseguem distinguir salsa de coentros, mas que os últimos se notam bastante.

O jornal espanhol falou com José Duarte, dono do restaurante “Salsa e Coentros”, em Lisboa, para perceber o porquê de os portugueses, alegadamente, gostarem tanto de coentros. Este explica, contradizendo a ideia espanhola, que tem “muitos clientes portugueses que pedem para não colocar coentros nas ameijoas, por exemplo”. “É mais normal do o que se crê”, acrescenta ao ​​​​​​​El País.

Sabão?

A aversão aos coentros, no entanto, não é estritamente espanhola, como já foi dito, e não terá nada a ver com nacionalidades, mas sim com genes. Existem vários estudos que indicam que a diferença de opiniões advém maioritariamente de questões genéticas.

“Provas fortes sugerem que existe uma componente hereditária nas reações que as pessoas têm sobre coentros, seja para amar ou odiar”, afirmou Charles Wysocki, um neurocientista comportamental.

Outros especialistas referem também que a situação tem a ver com genes envolvidos no olfato e no paladar que definem a preferência. Quem não gosta, muitas vezes, afirma que a erva lhes sabe a… sabão.

pub