Home / Desporto / 2018. O annus horribilis de Cristiano Ronaldo

2018. O annus horribilis de Cristiano Ronaldo

O caso voltou agora a ser investigado pela polícia de Las Vegas

Apesar de ter trazido desafios em termos profissionais – com a mudança do Real Madrid para a Juventus -, 2018 foi o annus horribilis de Cristiano Ronaldo.

Em setembro, a revista alemã Der Spiegel publica uma entrevista a Kathryn Mayorga, a norte-americana que acusa o craque português de a ter violado, em 2009.

Segundo a alegada vítima, tudo aconteceu num quarto de um hotel em Las Vegas, onde Ronaldo fez sexo anal com Mayorga sem o seu consentimento.

A revista alemã chegou mesmo a publicar o questionério feito pelos advogados de Ronaldo: “Ela continuava a dizer ‘não’, ‘não faças isso’, ‘não sou como as outras’. Depois pedi desculpa”, responde o jogador numa das questões.

A Der Spiegel revelou ainda que Ronaldo e Mayorga assinaram um contrato de confidencialidade, impedindo assim a alegada vítima de falar sobre o assunto.

O caso voltou agora a ser investigado pela polícia de Las Vegas.

pub