Home / Mundo / A história da freira desobediente que salvou a vida do Papa quando jovem

A história da freira desobediente que salvou a vida do Papa quando jovem

A história é uma de várias que vai surgir em novo livro.

O Papa Francisco deu uma longa entrevista ao padre espanhol Fernando Prado. O resultado é uma série de histórias sobre a vocação e os desafios de padres e freiras que serão publicadas em livro, em várias línguas.

A Reuters teve acesso a uma cópia da versão italiana e nela se incluiu uma história sobre uma freira desobediente que salvou a vida de Francisco.

A história é contada pelo própria Papa sobre um período em que ficou doente, ainda na década de 1950.

Francisco sofria de pneumonia mas um primeiro diagnóstico do médico apontava para uma simples gripe. Na altura, Francisco era apenas Jorge Mario Bergoglio, um jovem a estudar para se dedicar ao sacerdócio.

O diagnóstico errado deixou Francisco ir para casa só para o colocar em risco de vida. O então jovem Bergoglio teve mesmo de ser internado de urgência.

Desta vez, o médico que o atendeu acertou no diagnóstico e receitou-lhe dois antibióticos para tratar a pneumonia. É aqui que entra em cena a freira desobediente, uma senhora chamada Cornelia Caraglio.

Conta o Papa que o médico deu instruções sobre os antibióticos a administrar. Mas, assim que virou costas, a freira não teve dúvidas: “Vamos duplicar a dose”.

“Era certamente uma freira sábia. Ao ordenar que a dose fosse duplicada salvou-me a vida”, recordou o Papa Francisco.

pub