Home / Vidas / Afinal, de quanto sexo é que as mulheres precisam?

Afinal, de quanto sexo é que as mulheres precisam?

Parece que finalmente os especialistas vieram responder à questão que muitos homens (e também algumas mulheres) tentam responder há tempos: afinal, de quanto sexo é que as mulheres precisam? Parece que agora já há resposta para tal questão.

Mas, antes de tentar entender a quantidade de sexo necessária, é preciso compreender o que significa o sexo para as mulheres. Sim, confirma-se a teoria generalizada de que o sexo é mais do que apenas a relação sexual em si. Segundo um artigo publicado na Phsichology Today, a maioria das mulheres associa o sexo ao amor, ou seja, à ligação com o parceiro. Já os homens veem no sexo uma atividade muito mais física e menos emocional.

Preocupada em desmitificar os preconceitos de uma sociedade que começou por ser muito patriarcal, a jornalista britânica Nadia Bokody escreveu um artigo em que afirma que as mulheres querem muito mais sexo do que aquele que se sentem obrigadas a confirmar.

Também um estudo datado de 2015, que aborda a temática da sexualidade e da diferença de sexos sobre o tema, a forma como os homens e as mulheres respondem aos convites não é assim tão diferente como se poderia supor. Por exemplo, na possibilidade de ter sexo com um desconhecido, 100% dos homens afirmou que aproveitaria o momento e 97% das mulheres deu também a mesma resposta, o que mostra que as mulheres também podem ter o mesmo desejo sexual do que os homens.

Por isso, à partida, quando se questiona “quanto sexo afinal precisa uma mulher de ter“, a resposta poderia ser: “a mesma que os homens também precisam“. Aliás, um outro estudo publicado por Wednesday Martin, citado pelo The Guardian, afirma que a libido das mulheres não é assim tão diferente da dos homens: “ensinaram-nos que os homens são os únicos que precisam de variedade e novidades quando, na verdade, nós sentimos exatamente o mesmo”, explicou a sexóloga no seu artigo, acrescentando ainda que “a familiarização com um parceiro e a dessexualização também pode matar a libido das mulheres”.

“Costumávamos pensar que eram apenas os homens que se tornavam sexualmente entediados depois do casamento, mas isso não é verdade. Quando as mulheres se casam, isso também pode prejudicar a sua libido”, sublinhou Wednesday Martin.

Em suma, a mulher precisa de mais sexo do que aquele que historicamente e socialmente foi sendo obrigada a admitir, tendo as mesmas necessidades, desejos e vontades do que os homens. Aproveite e percorra a galeria de imagens acima para ficar a saber quais as zonas femininas que devem sempre ser tocadas durante o sexo.

pub