Home / Vidas / Chegada à TVI e Cristina Ferreira: Maria Cerqueira Gomes quebra silêncio

Chegada à TVI e Cristina Ferreira: Maria Cerqueira Gomes quebra silêncio

A nova apresentadora do ‘Você Na TV’ escreveu um longo texto no seu blogue onde falou abertamente sobre a mudança para a TVI e as comparações com Cristina Ferreira.

Desde que foi anunciada como a nova companheira televisiva de Manuel Luís Goucha, que Maria Cerqueira Gomes tem estado em grande destaque na imprensa nacional e nas redes sociais, onde foi por inúmeras vezes comparada a Cristina Ferreira.

Esta terça-feira, com o objetivo de esclarecer polémicas e transmitir a sua verdade, a nova apresentadora no ‘Você Na TV’ abriu o coração aos fãs num longo texto no seu blogue, ‘Come On Mary’, onde falou sobre a chegada à TVI e o lado mais duro dessa mudança.

“No final de 2018 surge a grande oportunidade da minha carreira. Manuel Luís Goucha ‘querer-te’ como companheira de estúdio é, (cada vez mais) na minha opinião, o máximo que qualquer apresentador(a) de televisão pode desejar para a sua carreira. O profissional de excelência na televisão de entretenimento e que se tem mostrado uma pessoa ainda melhor. Faz tudo parecer tão fácil…”, lê-se num primeiro momento.

“Dizia-vos eu, no início deste texto, que achava que tinha sido atirada aos leões, quando comecei a trabalhar em televisão [há 13 anos] sem qualquer tipo de preparação. Não deixa de ser verdade que o desafio era enorme e que muitas coisas poderiam correr mal, mas acreditem que, sabendo o que sei hoje, nunca acharia que esses fossem verdadeiros problemas. A realidade de trabalhar na televisão líder de audiências vai muito além do que eu faço dentro do estúdio e, portanto, muito além do que eu posso controlar… E é aí, fora do pequeno ecrã, que estão os verdadeiros problemas”, continuou.

Maria mostrou-se revoltada com o burburinho em volta da sua contratação, criticando a forma como a imprensa nacional tem tratado o assunto.

“Fui-me preparando mentalmente para a exposição a que iria ser submetida. Sabia que a minha vida privada deixaria, de certa forma, de ser tão privada… O problema é que era impossível ter-me preparado para o que tenho visto diariamente na imprensa e nas redes sociais. Guerras, trocas de insultos, notícias totalmente fictícias que deviam envergonhar os ‘jornalistas’ que as escrevem ‘de acordo com fontes chegadas’. Tudo isto tem sido uma realidade difícil de encarar. Não que me afete, diga-se. Mas custa-me ver a propagação gratuita da mentira e do ódio, como se não chegassem os verdadeiros problemas do nosso mundo”, sublinha.

Como forma de rematar a mensagem, Maria fez um apelo para que não fossem alimentadas guerras e mencionou o nome de Cristina Ferreira, por quem diz nutrir grande admiração.

“Termino, assim, com um desejo: façamos a nossa parte para tornar este mundo melhor. Deixemos as discussões exageradas, os comentários insultuosos, as comparações e as notícias falsas. Que se fale mais do amor e da verdade (…) Da admiração que tenho pela Cristina Ferreira e pela concorrência que se quer saudável. Da partilha de opiniões positivas!! Eu sei que isto não ‘vende’. Mas fica o desejo”.

pub