Home / Vidas / Lesões sexuais de Mayorga foram provocadas por “outra pessoa”, alega Ronaldo

Lesões sexuais de Mayorga foram provocadas por “outra pessoa”, alega Ronaldo

Jogador diz as lesões foram cometidas por um terceiro após o ato sexual com a norte-americana.

Cristiano Ronaldo admite que ter tido relações sexuais com a sua acusadora Kathryn Mayorga, mas nega ter praticado sexo anal no quarto de hotel de Las Vegas, em junho de 2009.

O jogador alega que as lesões comprovadas num exame forense, efetuado nos dias seguintes àquela noite, foram “provocadas por outra pessoa”.

A alegação de Cristiano Ronaldo, segundo o Jornal de Notícias, consta da queixa apresentada por Mayorga, a 20 de setembro deste ano.

No documento, os advogados da norte-americana adiantam que o jogador admitiu, através de respostas enviadas à equipa de Mayorga, ter tido relações sexuais com a norte-americana, quando esta estava “deitada na cama” de um dos quartos do The Palms.

Por outro lado, Cristiano Ronaldo nega, de acordo com o documento da queixa, que tenha havido sexo anal, garantindo que quaisquer lesões terão sido cometidas por “outra pessoa”, após o ato sexual entre os dois.

pub