Home / Vidas / Novos documentos contradizem Cristiano Ronaldo sobre caso de violação

Novos documentos contradizem Cristiano Ronaldo sobre caso de violação

O jornal alemão “Der Spiegel” revelou mais documentos sobre a acusação de violação a que Cristiano Ronaldo foi sujeito.

Surgiram novos dados sobre o caso da alegada violação de Cristiano Ronaldo a Kathryn Mayorga. Esta sexta-feira, o “Der Spiegel” revelou novos documentos sobre o caso.

De acordo com o jornal alemão, que tem estado a investigar o caso e a revelar documentos com ajuda do “Football Leaks”, surgiram e-mails que comprovam a existência de um questionário que os advogados de Cristiano Ronaldo utilizaram para averiguar os acontecimentos da noite em que a americana diz ter sido violada. Esses documentos alegam que o português afirmou que a norte-americana lhe pediu para parar a relação sexual em várias ocasiões.

O jornal alemão afirma que as conversas sobre o referido questionário começaram no dia 3 de agosto de 2009 e que o questionário, de 41 páginas, foi elaborado pela Lavely & Singers, empresa de advogados de Los Angeles. Mais tarde, o documento foi enviado para o advogado de defesa em Londres e para Carlos Osório de Castro, também representante de CR7.

Segundo o “Der Spiegel”, as respostas de Ronaldo diferem na primeira e na última versão do questionário.

pub